George Lucas

Imagine que você está andando na rua e encontra um tubarão voador grande o suficiente pra ser cavalgado à venda. Como qualquer pessoa sensata nessa situação, você compra o espécime de Carcharodon carcharias e, antes de levantar voo, o vendedor lhe apresenta um bilhete com dicas de como usar seu predador alado. Com tantas possibilidades nas mãos, você certamente jogaria o papel fora e faria o que você bem entendesse. Foi exatamente isso que aconteceu quando a Disney comprou Star Wars. Mas com menos tubarões e mais Kit Fistos.

Criador da saga e Anakin Skywalker da vida real, George Lucas — que já estava pensando em fazer o Episódio VII antes de vender a franquia — revelou que a casa do Mickey descartou completamente suas ideias para um novo filme: “As [ideias] que eu vendi pra Disney, eles decidiram que não queriam fazê-las. Eles criaram suas próprias. Então não são as que eu originalmente escrevi.”

Qualquer pessoa que sofreu de tontura e vômito quando assistiu a nova trilogia poderia comemorar, mas nem sabemos como será o Despertar da Força de J.J. Abrams. Todo fã de Star Wars torce pra que seja fantástico, mas ainda é cedo demais pra comemorarmos o fato da Disney ter dito “não, obrigado!” pras ideias de George Lucas.

E falando nisso, Lucas disse que pretende ter pela primeira vez na vida uma experiência “apenas” como fã de Guerra nas Estrelas e por isso está evitando todos os detalhes sobre o Episódio VII.

“Eu não vi nada. Quer dizer, vi o trailer, parece ótimo, interessante. Mas como disse antes: uma coisa que me arrependo em relação a Star Wars é que nunca pude vê-lo, sabe? Nunca pude ficar fascinado quando a nave grande aparece ou qualquer coisa. Mas dessa vez ficarei porque não faço ideia do que eles estão fazendo.”

George Lucas, você e eu conferiremos o Despertar da Força no dia 17 de dezembro — e, de acordo com o Latino Review, daremos uma olhada no novo trailer do filme que sairá em maio com as cópias do novo Vingadores! :D

Via Cinema Blend

Sem mais artigos