A Macabra Biblioteca do Dr Lucchetti já tem data para estrear no YouTube

A Macabra Biblioteca do Dr Lucchetti, web-série que adapta a peça de teatro do mesmo nome, já tem data de estreia no YouTube. Comemorando o aniversário de 92 anos do ficcionista Rubens Francisco Lucchetti, considerado o “papa do pulp nacional”, a adaptação com 10 episódios será lançada no dia 29 de janeiro.

Lançada em 2017, a peça de terror, que passou por várias cidades brasileiras, reúne pequenas histórias que agora ganham versão em forma episódica no YouTube da produtora Vigor Mortis.

Foto: Vigor Mortis

A Macabra Biblioteca do Dr Lucchetti também marca os 25 anos de atividade da Vigor Mortis, produtora paranaense que levou aos teatros diversas peças de terror e humor, além de estar por trás dos filmes Morgue Story – Sangue, Baiacu e Quadrinhos e a co-produção estadunidense Virgin Cheerleaders in Chains.

Time por trás da web-série (Foto: Nika Braun)

Com episódios que variam entre 5 e 16 minutos de duração, a produção capitaneada por Paulo Biscaia Filho traz personagens baseados nos contos de Rubens Francisco Lucchetti, que além de autor de romances e quadrinhos, foi roteirista de filmes de Ivan Cardoso e José Mojica Marins.

Trazendo um visual bem próximo ao de quadrinhos pulp, a série foi filmada em um estúdio, com cenários e efeitos adicionados em pós-produção, como aconteceu com Sin City, dando um ar de cinema noir com tudo bastante estilizado.

A Macabra Biblioteca do Dr Lucchetti
Foto: Vigor Mortis

A Macabra Biblioteca do Dr Lucchetti estreia oficialmente no YouTube da Vigor Mortis, com seu primeiro episódio sendo liberado nodia 29 de janeiro, com novos episódios todas as quartas e sábados. Depois de uma semana, eles também ficarão disponíveis nas páginas do Facebook e Instagram da Vigor Mortis. Ainda esse ano, a produção será reeditada e lançada como um longa metragem.

Trailer

A web-série é uma realização da Infinitas Produções, encabeçada pela atriz e produtora Caroline Roehrig, em parceria com a Vigor Mortis e a Biscuvita. A produção foi realizada através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Curitiba e tem o incentivo das empresas Florença Iveco e Celepar, além dos apoios de easy Chef, Venda Oliveira, Maniacs, Casa das Bolachas, Cena Hum, Padaria America, Black Horse.

Pôster