Falta exatamente um mês para a estreia da série do Atrevido Demolidor no Netflix e, assim como muitos, não vejo a hora de conferir a volta do herói depois do incompreendido filme de 2002. Não só porque vai ser um recomeço para o personagem, mas pelo fato de que tudo o que foi mostrado até agora me deixou muito empolgado. E o novo trailer não foge à regra.

São pouco mais de dois minutos de cena que servem para deixar bem claro o tom da adaptação. Embora eu ainda sinta falta de um Evanescence ao fundo, o clima sombrio e sujo da Cozinha do Inferno e os diálogos mais sóbrios já mostram que a coisa será bem menos galhofa do que no filme do Ben Affleck.

E o destaque aqui é exatamente o foco dado ao Rei do Crime, interpretado por Vincent D’Onofrio, e sua relação com o Demolidor. Como algumas sinopses e apresentação de personagens já mostravam, eles terão visões parecidas sobre os problemas do bairro, mas vão atuar ter perspectivas diferentes sobre a solução — resultando naquela pancadaria maneira que a gente quer ver. E, apenas de o careca não ser um Michael Clarke Duncan, já deu pra ver que o seu Wilson Fisk será bastante porradeiro.

Outro ponto que empolga são as cenas de ação. Note que toda a habilidade do Demolidor é tratada, ao menos nos dois trailers divulgados até agora, como algo fruto muito mais de seu treinamento do que um dom adquirido a partir de um acidente radioativo. Tanto que a referência à origem de seus poderes é vista em questão de segundos, sem muito destaque — e torçamos para que isso se repita na série, deixando de lado toda a explicação de como ele conseguiu poderes e mostrando que ele é realmente um cego bolado.

E, apesar de o uniforme do Zorro ainda causar estranheza, vale lembrar que a série é uma adaptação de Demolidor: O Homem Sem Medo, de Frank Miller, em que Murdock realmente usa uma roupa ridícula assim. Além disso, o visual de outros personagens também está bem próximo daquilo que é visto nas HQs.

Os episódios de Demolidor chegam ao Netflix todos de uma só vez no próximo dia 10 de abril.

Sem mais artigos