#WrestlingIsntWrestling – Como seria a carreira do Triple H como um curta metragem?

Mesmo com muita gente chiando sobre luta livre, uma das coisas mais legais do negócio é que, pelo menos a WWE, é uma grande série com porrada. Os lutadores e seus personagens contam com histórias, muitas vezes ridículas e algumas vezes fantásticas, que servem como mote para saírem no braço no ringue. Pensando nisso, o diretor e roteirista Max Landis, responsável por Chronicle, resolveu criar um curta metragem que contava a história de um lutador apenas considerando o kayfabe, nome dado à fantasia do pro wrestling.

Servindo como uma sequência para Death and Return of Superman, curta que é legal pra cacete e tem o próprio Max comentando sobre como a história do Superman morrendo e voltando aconteceu, Wrestling Isn’t Wrestling foi feito porque o cara é um puta fã de luta livre, tinha dinheiro e uns amigos pra fazer. A ideia já começa sensacional pelo fato de que todos os lutadores foram substituídos por comediantes da internet, enquanto as Divas são interpretadas por uns caras.

Aí embaixo você vê algumas artes das moças como os lutadores (e um sujeito vestido de Chyna porque sim) e agora, o vídeo!

MALUCO! TEM ATÉ O MACAULIN CULKIN NA PARADA!

HHH
HHH
Shawn Michaels
Shawn Michaels
DX
DX
Degeneration X
Degeneration X
Daniel Bryan
Daniel Bryan
John cena
John cena
Daniel Bryan, Triple H e John Cena
Daniel Bryan, Triple H e John Cena
CM Punk
CM Punk
Mankind
Mankind
Undertaker
Undertaker
Undertaker
Undertaker
Ric Flair
Ric Flair
Leia Mais
Luchamania #11 – Notícias e outras bobices