Eu nem acredito que o possível último post do Puro Pop em 2017 será sobre luta do John Cena, mas aqui estamos nós.  Neste ano, o Cena abraçou de vez o esquema de part timer, aparecendo de vez em quando, rolando uma lutinha maneira e sumindo por meses pra fazer seus filmes. Agora, ele tá voltando porque Wrestlemania tá chegando e óbvio que ele vai participar. Só que, pra isso, ele precisa de um oponente, que segundo consta pode ser o Undertaker.

Essa conversa toda começou porque a arena onde acontecerá o Fastlane, último PPV antes do Wrestlemania 34, revelou que o main event terá AJ Styles defendendo o WWE Title contra Randy Orton, Shinsuke Nakamura, Kevin Owens e Sami Zayn. Uma parte de mim fala “PORRA, SAMI ZAYN LUTANDO PELO CINTURÃO EM MAIN EVENT DE PPV”, mas logo eu me ligo que:

  1. Se ele tá lutando contra o Styles num PPV antes do Mania, significa que ele, e todos os outros quatro, não ganharam o Rumble;
  2. Nem ferrando que ele vai ganhar esse negócio. =(

Por causa disso, ressurgiu uma história de que o Cena poderia ganhar o Rumble para lutar contra o Styles no Wrestlemania, tentando quebrar o recorde de 16 cinturões do Ric Flair. Pra quebrar esse embalo, Dave Meltzer, do Wrestling Observer, revelou que suas fontes confirmaram que o Cena não vai lutar contra o AJ Styles no Mania e que “estará em uma luta bem maior”.

Ele revelou que não sabe exatamente quem será o oponente, somente que foi avisado que isso ficará claro em algumas semanas. Agora, por que o nome do Undertaker surgiu por aqui?

Porque o Meltzer disse que esse caminho deve começar no dia 22 de janeiro, dia em que será comemorado os 25 anos da estreia do Monday Night Raw, com a participação de várias lendas, com o Undertaker já anunciado pro show.

Segundo o Meltzer, que tem fontes quentes dentro da WWE, existem somente alguns nomes mais ou menos disponíveis para ter uma luta maior que “ganhei o Rumble e vou quebrar o recorde do Ric Flair no Wrestlemania”. Seriam eles:

  • Undertaker;
  • Goldberg;
  • Batista;
  • Hulk Hogan.

Goldberg não faria muito sentido contra o Cena. Batista disse em entrevistas que já conversou com o Vince McMahon sobre um retorno à WWE, mas teria que ser feito direito, não somente uma participação. Ele quer ficar um ano no negócio, participar de house shows e o escambau. Não me parece que ele surgiria do nada num Wrestlemania pra lutar contra o Cena. Talvez, se voltar em 2018, uma luta no Wrestlemania 35. Hulk Hogan, além de estar isolado após declarações racistas, tá velho demais e com a coluna ferrada demais pra participar de uma luta contra o Cena. Esse barco já zarpou. E aí sobra o Undertaker.

O maior problema de uma luta do Cena contra o Taker agora não é nem pelo fato de o Taker estar só a capa da linguiça, mas porque ele já teve uma luta de “aposentadoria” no main event do Wrestlemania 33. Toda a construção de “ROMAN REIGNS É O NOVO FODÃO” culminou nele derrotando o Taker no Wrestlemania e o véio deixando o casaco e o chapéu no ringue. Pronto, acabou. Colocar ele numa luta no Mania contra o Cena, luta essa que poderia ter acontecido quando o Taker não tava quase andando com andador, me parece uma ideia cretina. Sendo assim, provavelmente é o que vai rolar.

Saberemos com certeza o que vai acontecer até o final de janeiro. E agora, vai começar a época boa de assistir WWE, porque eles começam a se agilizar mesmo no Road to Wrestlemania. Agora vai!

PS: Nunca vai acontecer, mas seria lindo se o Cena tá lá no Raw de 25 anos,  fala que quer uma luta especial no Wrestlemania, todo mundo esperando o Taker aparecer pra ser o seu oponente, geral aguardando o gongo, mas aí…

Sem mais artigos