Resident Evil terá reboot nos cinemas e sou burro por me empolgar com isso

Por mais que você queira acreditar e falar “Mas é divertido” os filmes de Resident Evil são ruins. Eles são péssimas adaptações dos jogos e, como filmes de ação, muitas vezes são ofensivamente ruins. Ainda acredito que todos são desculpas para o diretor Paul W. S. Anderson colocar sua esposa, Milla Jovovich dando umas porradas num filme. Depois de várias sequências que renderam dinheiro porque o mundo não é justo, parece que tudo tinha acabado. Isso significa que é hora de um reboot.

De acordo com a Variety, durante o Festival de Cannes, o Martin Moszkowicz, presidente da Costantin Films, detentora dos direitos de filmagem de Resident Evil, revelou que um reboot dos filmes já estão sendo planejado dentro da produtora.

Agora, veja bem. Apesar de ter a mesma produtora por trás do reboot, o fato de os filmes não terem ligação alguma com aquela timeline RIDÌCULA dos filmes anteriores mostra que talvez, QUEM SABE, VAI QUE, dessa vez acertam a mão e adaptam direito o jogo pro cinema.

Isso ou vai continuar sendo a mesma zona e um monte de pessoas vai achar ruim porque são uns deslumbrados do caramba (sério, eu odeio esses filmes do três pra frente). Por enquanto, tô empolgado, já que por mais que tenha os mesmos produtores, provavelmente teremos novos atores, um novo diretor e nova história. Eu quero acreditar!

  1. Tá, mas o que tem para ser tão diferente? Virus mutagenico que era uma cura que deu errado, uma corporação do mal, sobreviventes fortemente armados… Os atores fazerem cosplay dos personagens do jogo é divertidinho, mas isso não é o que salvaria um filme

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
Sony cancela o lançamento de A Entrevista nos cinemas americanos