Review: WWE 2K17

Todo ano, não importa o site pra onde eu escreva, acabo fazendo review sobre o jogo anual da WWE. Desde WWE ‘12, aquele que tinha o Randy Orton na capa (e um modo história FANTÁSTICO e SURTADO), passando por CM Punk na capa e o primeiro modo história com lutas da Attitude Era, Wrestlemania e os Showcases, os jogos da WWE traziam basicamente as mesmas coisas, mas com um gracejo novo a cada edição para dar aquele gostinho de novidade.

Eis que WWE 2K17 chegou e, finalmente, depois de mileanos usando a mesma engine (volta e meia dando uma recauchutada safada nela), o jogo finalmente parece que encontrou um muro alto no seu caminho.

Quem nunca jogou um jogo da WWE, talvez ache os gráficos interessantes (mas só um pouco), tente se acertar com o gameplay e tudo mais, se divertindo com a grande folia que ele pode proporcionar. Só que existe a chance de você estar acostumado com os jogos da WWE, já que eles são mais de nicho.

mania_sale_thm

Quem joga WWE 2K17 é a pessoa que já assiste os programas semanais e PPVs, é aquela pessoa que já jogou pelo menos um jogo de luta livre nos últimos 5 anos. E é a pessoa que vai pegar WWE 2K17 e pensar “Mas é o mesmo jogo de antes”.

Esse argumento pode ser feito em praticamente qualquer conversa sobre jogos anuais, mas WWE 2K17 mostra que a Yuke’s, empresa responsável pela produção do jogo, simplesmente fez uma parada lá em 2011 e vem socando A MESMA COISA com uma cobertura nova por cima.

Como uma pizza, no começo, só um queijinho em cima tava ótimo. Aí pegaram a massa que sobrou, jogaram um queijinho e um tomatinho pra ser diferente. Sobrou mais um pouco e jogaram queijo, tomate e peperoni. WWE 2K16 foi a massa chegando no limite e com tudo o que tinha na geladeira em cima. WWE 2K17 é a massa já podre e com um resto de queijo passado.

Modo carreira mostra o realismo de uma carreira na WWE

A única coisa que você tem pra fazer além de entrar em lutas comuns ou do Universo, é entrar no modo Carreira de WWE 2K17. Em teoria, um modo carreira poderia entregar uma experiência incrível, ainda mais em um ambiente como o de uma empresa como a WWE.

Só que o modo carreira visto aqui é, e isso chega a doer de falar, chato. No jogo do ano passado, esse modo ainda era bem cru, mas dava pra ver que ele tinha potencial, desde que existisse uma história por trás e não só um amontoado de lutas sem sentido.

Alexa

Pois bem, em WWE 2K17, o negócio continua sem uma história e com umas firulas que, sinceramente, não fazem dele O modo carreira que todo mundo queria.

Você começa com um novo personagem em testes para o NXT. Dependendo do seu desempenho em uma luta contra o Samoa Joe e uma batalha de promos (já falo sobre isso), você é enviado para o NXT ou direto para o main roster. Veja bem, se você sabe jogar algum jogo da WWE, a chance de você ir direto para o main roster é enorme, já que ganhar do Samoa Joe não é tão complicado nesse começo, assim como o esquema de promos.

phenomenal one

Esse esquema de promos é, na teoria, realmente legal, mas na prática, ficou um negócio completamente sem sentido. A ideia é que você tenha quatro opções, cada uma dando um jeito de você lidar com o público, seja com respostas mais “família”, outras mais hardcore e assim em diante. Você deve “ler” o público e trabalhar em cima disso.

O problema é que nada faz sentido. Se cada linha tivesse uma maneira de você saber qual é o tipo de resposta que será dada, as coisas seriam melhores, mas tudo acaba indo tão no aleatório que você deixa de se importar no momento que entra em uma promo.

No final das contas, você acaba em lutas sem sentido, com praticamente nenhuma história, tentando (na maioria das vezes, sem sucesso) uma luta contra um campeão pra conseguir, quem sabe, ir para o main roster ou simplesmente fazer algo legal.

No final das contas, o tal foco no modo carreira é um “esforço” preguiçoso demais e que praticamente eliminou qualquer graça e fanservice que o jogo poderia proporcionar.

De certa forma, e se parar para pensar, bem triste, esse modo carreira traduz bem o que é assistir aos programas semanas e PPVs da WWE. Muito se fala, chega na hora e você só passa raiva.

Um roster enorme, mas o jogo só fica divertido mesmo com amigos

WWE 2K17 segue o caminho dos jogos anteriores, que falam trazer o maior elenco de lutadores na história dos jogos da WWE, simplesmente adicionando lutadores liberados no ano anterior em DLC, agora como parte do roster comum.

Tem muita gente que ninguém vai fazer questão de sequer ver a entrada, focando nos Kevin Owens, The Rock, Roman Reigns e Stone Cold Steve Austin. Um dos grandes nomes desse ano, Goldberg, aparece como DLC ou personagem de pre-order, então é quase garantido que ele aparece no roster comum de WWE 2K18.

Apesar de toda essa variedade, o jogo ainda parece incrivelmente “vazio”, devido a sua falta de inovação. Você vê alguns personagens realmente detalhados, mas logo nota o quão alguns foram feitos de qualquer jeito. Pegue um Cesaro ou Roman Reigns e depois veja os detalhes de uma Sasha Banks ou Sami Zayn. É bizarro.

solta as pomba

Inclusive, os gráficos do jogo parece que pioraram de um ano pra cá.

Mesmo assim, depois dessa surra de pau mole no jogo, é possível dizer que o multiplayer dele continua muito divertido. Talvez pelos bugs que aparecem ou pela simples fanfarronice que até seis pessoas podem causar nas partidas, o negócio brilha mesmo nesses momentos.

Seria lindo se todo o resto do jogo fosse tão divertido quanto esses momentos, mas é isso aí, até a Yuke’s criar vergonha na cara e mudar essa engine que já tá começando a dar nojo.

Conclusão

Em resumo, WWE 2K17 é o jogo que me fez pensar duas vezes em jogar com vontade algo da WWE por um tempo. Talvez lançar algo diferente do padrão, como aconteceu com WWE All Stars, fosse um jeito de revitalizar as coisas. Não precisa ser algo enorme, apenas algo que dê um ano a mais para as coisas ficarem realmente boas e não só um jogo requentado com um monte de bobagem jogada em cima e lançado anualmente.

As vendas de WWE 2K17 indicam que isso não vai acontecer, vide que os fãs continuam comprando essas versões nas coxas que a Yuke produz e a 2K tá lançando. Se tá dando dinheiro, por que mudar? O problema é que vale mais a pena comprar WWE 2K16 do que 2K17. Além de ser mais barato, é exatamente o mesmo jogo e com mais coisas.

WWE 2K17 foi testado com cópia de PS4 cedida pela 2K Games.
Leia Mais
Funko anuncia nova linha de bonecos de Cowboy Bebop