Animes. Apesar de serem animação como qualquer outro tipo de desenho feito no mundo, seu estilo próprio, aliado muitas vezes com a falta de noção dos japoneses (tipo, tentáculos e a certeza de que o país às vezes é tão absurdo quanto a Rússia, mas com criatividade) afasta uma parcela do público.

Sim, não é todo mundo que tem desprendimento pra ver algumas bizarrices que surgem nos animes e, por causa disso, muita coisa (MUITA COISA) boa acaba sendo colocada no mesmo balaio e sendo ignorada. É válido lembrar que muitas dessas bizarrices são na verdade bem maneiras, mas aí já pode ser algum problema meu mesmo em assistir isso.

Pensando nisso e na quantidade de coisa maneira que é produzida e largada simplesmente por ser anime, resolvi fazer essa lista com dez sugestões de animes para serem assistidos por quem não tem ideia do que presta em anime.

Vejam bem, essa não é uma lista definitiva, inclusive, se você conhece outros títulos, pode deixar a sugestão aí nos comentários. Só que esses 10 animes são aqueles que eu costumo falar pra pessoa assistir se ela não gosta de anime e gostaria de começar. Vejam eles como uma porta de entrada.

Outra coisa: Eu não vou colocar aqui algo tipo Neon Genesis Evangelion. É famoso, meio mundo já viu, mas não dá pra falar pra alguém que nunca viu anime “Vai lá e assiste ISSO”. Depois quem sabe. De começo, não rola.

10) Dragon Ball Z

Dragon Ball

Sim, eu já começo com coisa manjada porque óbvio que eu faria isso. Qualquer ser que hoje tem seus 25 anos estava no final da infância começo da adolescência durante o BOOM de Dragon Ball Z no Brasil.

A história de Son Goku, já adulto e com filho, contra sayajins, Freeza e o escambau é um bom jeito de pegar embalo nesse estilo de anime de luta absurda. Você pode até trocar por Naruto, One Piece ou até mesmo Cavaleiros do Zodíaco se você curtiu essas coisas.

Mas com DBZ, você tem humor, umas batalhas insanas e personagens cada vez mais apelões pro Goku sentar a mão na cara. Fora que tem o Vegeta. Uma salva de palmas pro Vegeta.

9) Pokémon

pokemon ash

Adaptação do jogo da Nintendo, tinha tudo pra ser só mais um anime infantil que surge e morre rápido. Só que Pokémon se apoiou muito bem numa máquina de marketing e ter um monte de bichinho pra vender pra criançada.

O desenho é bem produzido e ainda consegue familiarizar pessoas que só jogaram os games de Gameboy com um tipo de anime mais infantil, mas não tão exagerado. Muito do que se vê em Pokémon (gente pegando fogo e não morrendo, galera caindo de cabeça depois de dar um fora em uma conversa) é bem comum em outros animes por aí, logo, consegue servir como transição para outras coisas.

8) Kids on the Slope

sakamichi3

Aqui as coisas começam a ficar diferentes. Na cabeça de muita gente, anime é um monte de gente gritando, soltando bola de fogo das mãos, voando, gritando, um monte de luzes, epilepsia. Só que animes conseguem abordar praticamente todos os temas possíveis, como é o caso de Kids on the Slope.

O anime conta a história de um jovem que nunca consegue ter amigos pois seu pai precisa sempre se mudar por causa do trabalho, o levando junto. Um dia, numa nova escola, ele conhece outro jovem rebelde. Quando parecia que eles não tinham nada em comum, o seu amor pelo jazz forma um elo de amizade entre eles.

Kids on the Slope é bem pé no chão, traz uma trilha sonora fantástica e mostra que animes podem ser bem mais do que simples histórias de lutas e coisas absurdas como muitos pensam ser.

7) Full Metal Alchemist

FullMetalAlchemist_Hero_vf1

A história de dois irmãos que tentam usar de alquimia pra fazer uns ziriguidum pra ressuscitar a mãe, tomam na cabeça e um perde um braço, enquanto o outro fica preso dentro de um corpo/armadura. Então, eles resolvem dar um jeito de conseguir recuperar o corpo do moleque e acabam salvando o mundo no processo. Ou algo assim.

Sério, parece besta (muito anime parece besta quando você descreve, mas aí você assiste e o negócio é louco), mas Full Metal Alchemist é um puta desenho que consegue puxar até mesmo quem não gosta de animação japonesa.

Uma dica é assistir Full Metal Alchemist Brotherhood, que segue a história mais próxima do mangá.

6) Sailor Moon

sailor moon

Aqui eu vou ser bem sincero e falar que devo ter assistido um episódio e meio de Sailor Moon. Eu não sou o alvo do desenho, mas consigo entender bem como a história de umas meninas que são reencarnações de guerreiras de um reino ameaçado pelo mal pode agradar legiões de meninas.

5) Attack on Titan

Attack on Titan

Um dos mais recentes casos de “HYPE!” no mundo do anime, Shingeki no Kyogin, também conhecido como Attack on Titan traz elementos de fantasia, ficção e que se afasta um pouco do esquema “exagerado” que outros desenhos apresentam. Isso talvez aconteça devido a uma certa ocidentalização da história, que se passa em um mundo em que gigantes aterrorizam a humanidade.

A história tende a se perder um pouco mais pra frente, mas o primeiro arco é realmente impressionante e é quase impossível não se empolgar com os acontecimentos que vão rolando.

4) Samurai X

rurouni_kenshin

Apesar da ambientação claramente oriental, a trama de Samurai X consegue chamar a atenção de todos. Um ex-soldado que virou uma lenda por causa de sua proficiência com a espada, resolve largar sua antiga vida, ajudando algumas pessoas e tentando viver uma vida sem matar alguém, utilizando uma espada com a lâmina ao contrário.

O tema de redenção é algo que funciona muito bem, aliado com boa qualidade de animação, bons personagens e cenas de ação que, apesar de algumas vezes parecerem exageradas, conseguem ainda ser bem “pé no chão”.

3) Death Note

https://www.youtube.com/watch?v=SmroZqXImbo

Esse foi provavelmente o anime que me fez voltar a assistir desenho japonês depois de uns anos pensando “QUE SE LASQUE ESSA BAGUNÇA TODA”, Death Note traz elementos bem orientais (o lance dos Shinigamis), mas conta uma história praticamente universal entre o como uma boa intenção pode gerar um monstro na medida que seu poder aumenta.

O anime conta a história de Light (ou Raito, dependendo de onde você assistir), um jovem genial que um dia encontra um caderno bizarro chamado Death Note. Nas instruções do caderno, ele descobre que se escrever o nome de alguém ali, determinará como a pessoa morrerá.

Quando ele percebe que o negócio funciona, ele resolve eliminar a bandidagem, tentando criar um mundo mais puro. Óbvio que a polícia começa a investigar e L, considerado por muitos como o maior detetive do mundo (e que ninguém sabe o nome verdadeiro e muitos nem viram a cara) assume o caso.

É um anime bem interessante, principalmente quando o jogo de gato e rato entre os dois protagonistas fica mais caótico.

2) Akira
akira anime

Akira é considerado por muitos como um dos melhores filmes pós-apocalípticos da história. Note que eu não falei “melhores animes”. É no geral mesmo. A trama que mistura gangues, pessoas com poderes psíquicos, violência, umas motos transudas, cyberpunk e tudo mais.

É uma produção que merece ser vista se você gosta de ficção em geral. Sério, por que você ainda não assistiu Akira?

1) Cowboy Bebop

Cowboy bebop

Óbvio que eu ia colocar Cowboy Bebop aqui. A animação sobre caçadores de recompensa que viajam pelo espaço em busca de meliantes, misturada com um bom tanto de naves maneiras, kung fu, uma trilha sonora de jazz ABSOLUTAMENTE FANTÁSTICA, aliada com o climão mais ocidental de tudo é o mais próximo de um filme “comum” que você pode encontrar nessa lista.

É provavelmente o anime mais “fácil” de ver, tanto que existe uma possibilidade dele virar filme em Hollywood e nem precisamos ficar cabreiros porque nem precisa mudar muita coisa. Sério, assistam Cowboy Bebop.

E pra mostrar que a galera é foda, tanto Kids on the Slope quanto Cowboy Bebop são animes dirigidos por Shinichiro Watanabe, com trilha composta pela Yoko Kanno. É, os dois manjam.

https://www.youtube.com/watch?v=Aw3fN3OPk3A

Sem mais artigos