E esse Call of Duty Black Ops 3?

O Puro Pop esteve na Brasil Game Show desse ano para conferir os principais lançamentos que estarão chegando aos consoles em breve. Além, também, de conversar com Jay Puryear – diretor de desenvolvimento da Treyarch e responsável por Call of Duty: Black Ops 3.

De acordo com Jay, a nova campanha é a maior já criada para um Black Ops e será recheada de turning points no enredo. A história irá acontecer 40 anos depois de Black Ops 2 e terá referências ao último jogo da franquia.

codbo3 Apesar de ser uma continuação, os novos jogadores não se sentirão perdido com a história. Além disso, o jogo contará com co-op local e através da internet, no qual os jogadores mais experientes poderão ajudar os novatos na nova campanha.

Quando perguntado sobre o fato de a campanha single player não estar presente nos consoles da geração passada, Jay se esquivou dizendo que só poderia comentar sobre o jogo dessa geração de console.

Outra pergunta em que Jay não pode responder foi sobre o troféu/achievement “Realistic Mode” – que supostamente seria um modo realista em que o jogador não pode morrer. Ele não confirmou, mas também não negou a informação. Disse apenas pra ficar de olho nos releases que a Activision irá lançar.

Call of Duty: Black Ops 3 também terá um modo Zumbi chamado Shadows of Evil. O modo colocará até quatro jogadores na cidade fictícia de Morg City, nos anos 1940. Os personagens principais do jogo foram dublados por Jeff Goldblum, Heather Graham, Neal McDonough e Ron Perlman. O modo terá upgrades através de XP e o jogo será round-based, infinito.

O modo multiplayer também foi algo que foi trabalhado com muita atenção pelo pessoal da Treyarch – afinal é a parte que mais importa para os fãs. Agora, será possível escolher até 9 especialistas diferentes, cada um com uma habilidade distinta e personalização profunda das armas.

Todas as personalizações mostradas estarão no jogo lançado, nada de DLC a mais (pelo menos por enquanto). “Nós ainda não discutimos sobre DLC, mas todas as personalizações serão liberadas conforme o jogador sobe de nível e estarão no disco”, disse Jay.

As novidades de jogabilidades apresentadas no Advanced Warfare estão presentes em Black Ops 3, como o pulo duplo, o dash e a caminhada na parede (algo que acabou lembrando Titanfall).

O jogo também pareceu estar mais cadenciado. Deu pra sentir isso logo de cara nas partidas em que jogamos na feira. Ainda tem aquela velha correria de Call of Duty, mas as novas habilidades dos especialistas criam um pouco mais de estratégia para a partida.

Review-Black-Ops-3Nas partidas, testamos a classe Ruin, que conta com a habilidade chamada Overdrive, que dá mais velocidade para o personagem, e a arma especial Gravity Spikes, que detona todos os inimigos em volta. Essa classe também foi indicada por Jay para quem está começando agora no mundo do multiplayer.

As nove classes de especialistas facilitam para quem está pegando um  Call of Duty pela primeira vez. Cada especialista tem um modo de jogo e estratégias diferentes, abrindo mais o leque de possibilidades para os jogadores, sejam novatos ou veteranos.

Na essência, Call of Duty: Black Ops 3 continua o bom e velho CoD de sempre. Algumas novas interações, mas o que fez Call of Duty ser hoje o que ele é, ainda está lá. Partidas rápidas, correria e tiros pra tudo quanto é lado.

O título foi considerado pelos visitantes da feira como o mais aguardado para o final desse ano, algo visível no evento, já que as filas para testar o game eram as mais disputadas da BGS.

Call of Duty Black Ops 3 será lançado para PC, PlayStation 4, Xbox One, PS3 e Xbox 360 no dia 6 de novembro.

Leia Mais
Review: Mafia 3