Better Call Saul: conversamos com o ator Michael McKean sobre a série

Better Call Saul, spin-off de Breaking Bad, estreou há pouco tempo na TV americana e vem sendo disponibilizado no Brasil e em vários outros países da América Latina através do Netflix. Além de contar a história de como o advogado James McGill se tornou Saul Goodman, o trambiqueiro que auxilia Walter White, a série conta com alguns personagens tornam a história ainda mais interessante. Um desses personagens é Chuck McGill, vivido pelo ator Michael McKean.

O Puro Pop teve a oportunidade de participar de uma conversa com o ator, que deu mais detalhes sobre seu personagem, seu trabalho na série, além de falar um pouco sobre sua carreira e o que podemos esperar de Charles “Chuck” McGill, o irmão de James McGill.

Durante a conversa, McKean falou sobre Chuck e seus problemas de saúde. O personagem, que sofre de hipersensitividade eletromagnética, tornando o contato com qualquer aparelho eletrônico impossível. McKean revelou que, para se preparar para o papel, leu diversos artigos sobre a doença, que apesar de estranha, é comprovada através de diversos estudos.

Com isso em mente, ele conseguiu construir, junto com os roteiristas da série, um perfil interessante para esse personagem, que era um figurão em um grande escritório de advocacia em Albuquerque, no Novo México, e agora vive enfurnado em casa, vivendo sem eletricidade e isolado do mundo.

better call saul

Esse isolamento, segundo McKean, ajudou bastante na hora de fazer suas cenas, já que passou grande parte das filmagens em uma casa, sem muitos problemas, trabalhando com Bob Oderkirk, o James McGill/Saul Goodman.

Sobre a mudança de Jimmy para o Saul Goodman que todos conhecem, o ator disse que Chuck tem um dedo nessa transformação, nem que seja pela maneira como o personagem age com o irmão. McKean comenta que o relacionamento deles é um pouco complicado, vide que Chuck quer ver seu irmão como um legítimo advogado, mas a pressão que coloca nele pode acabar agindo de maneira negativa e o empurrando para o outro lado.

Uma longa carreira, mas pensando no presente

Quando perguntamos para o ator se ele tinha sentido diferença no número de fãs que foram atrás dos seus trabalhos anteriores após começar a trabalhar em Better Call Saul, McKean contou que ele tem muito orgulho do que fez no passado, mas que prefere focar apenas no projeto em que está trabalhando no momento e fazer tudo muito bem.

Mesmo assim, ele vem recebendo várias mensagens de pessoas que gostam do Chuck, apesar de ele não ser um personagem simpático, gostam da série e se interessam pelo que ele fez anteriormente e isso o deixa feliz e satisfeito.

Conhecendo melhor Michael McKean
Shadow Warrior 97 capa
Michael McKean nasceu nos Estados Unidos em 17 de outubro de 1947. Ele começou a atuar na década de 70, quando ainda era estudante. Ele se juntou a um grupo de comédia e, em seguida, conseguiu um papel na sitcom Laverne & Shirley. Com o passar dos anos, McKean atuou nos palcos, cinema e TV, trabalhando em projetos cômicos e dramáticos.

Na década de 80, ao lado dos atores Christopher Guest e Harry Shearer, McKean estrelou a comédia Isto é Spinal Tap, filme cult que tira sarro das bandas de rock do final da década de 70. O ator também participou de outros projetos com esses atores, sendo indicado ao Oscar de Melhor Canção anos depois, pela música A Kiss At the End of The Rainbow, do filme A Might Wind.

Michael McKean ainda participou do elenco do Saturday Night Live, Arquivo X, emprestou a sua voz para uma infinidade de desenhos animados, como Harvey, o Advogado, e foi o Perry White em várias temporadas de Smallville. 

McKean ainda revelou que era um grande fã de Breaking Bad, que só conseguiu realmente ficar em dia com a série por causa do Netflix e, na época em que ela estava acabando, pode conversar sobre com Bryan Cranston, já que ambos estavam trabalhando em uma peça de teatro.

Questionado sobre qual personagem que ele mais gostava, o ator disse que se afeiçoou muito ao Jesse, pois mesmo tomando várias decisões ruins, ele ainda tinha uma boa alma, algo que ele vê no James McGill, mas algo deve acontecer para que isso mude.

Chuck McGill é o tipo de personagem que todos sabem que pode não ter um final feliz, principalmente por não ser citado em momento algum em Breaking Bad. Mesmo assim, McKean comenta que Better Call Saul se passa muitos anos antes de Saul Goodman conhecer Walter White, em 2008, então, tem muita história para contar.

Isso significa que a segunda temporada da série já está confirmada. Sobre Chuck, McKean apenas falou "Eu estou esperando a ligação para saber quando eu tenho que voltar para Albuquerque".

better-call-saul

Parece que teremos mais Chuck McGill do que muitos esperavam. Do jeito que a história vem sendo contada, todo mundo sai ganhando com isso.

Better Call Saul está disponível no Netflix, com novos episódios sendo adicionados toda terça-feira. Para assistir, clique aqui.

Leia Mais
Review: Mulher-Maravilha