Depois de a Marvel ter jogado na cara de todo mundo que vai adaptar de alguma maneira a Guerra Civil no cinema, chegou a hora de a Warner falar o que realmente tem em mente para o Universo DC na tela grande. E pô, tem filme pra cacete até 2020.

Em uma reunião com acionistas da Warner, foi revelada a lista de filmes baseados nos quadrinhos da DC, além da confirmação de Jason Momoa como Aquaman e o anúncio de Ezra Miller, de filmes como We Need to Talk About Kevin e As Vantagens de Ser Invisível, como o Flash do cinema.

A lista completa é essa aqui:

  • Batman v Superman: Dawn of Justice, dirigido pelo Zack Snyder(2016)
  • Suicide Squad, dirigido por David Ayer (2016)
  • Mulher Maravilha, estrelado pela Gal Gadot (2017)
  • Liga da Justiça: Parte 1, dirigido pelo Zack Snyder (2017)
  • The Flash, estrelado por Ezra Miller (2018)
  • Aquaman, estrelado pelo Jason Momoa (2018)
  • Shazam (2019)
  • Liga da Justiça: Parte 2, dirigido pelo Zack Snyder (2019)
  • Cyborg, estrelado pelo Ray Fisher (2020)
  • Lanterna Verde (2020)

Além disso, conforme o press release da Warner, Superman e Batman devem ganhar filmes solo no meio disso tudo. Pelas datas, dá pra imaginar que essa “parte 1” da Liga da Justiça vai mostrar Superman, Batman e Mulher Maravilha tentando parar uma ameaça, não conseguindo e indo atrás dos outros. Com isso, dá o intervalo pra apresentar o Flash e Aquaman de maneira apropriada para que eles cheguem RIPANDO FEITO A MORTE na segunda parte do filme da Liga.

Falar que a ideia até que é bem interessante e sai um pouco do molde adotado pela Marvel, ainda que seja um pouco parecida. Muito bem Warner.

Além disso, em 2020 teremos um reboot do Lanterna Verde, algo que mostra que não teremos o herói no filme da Liga, mas tá tudo bem. Não é como se a gente estivesse em falta de filmes adaptados de gibi, né?

Sem mais artigos