Tem na Netflix #24 — Marty McFly, Gizmo e Dohnny Jepp

Você assinou a Netflix, está todo faceiro por ter uma bordoada de títulos para ver, mas a quantidade de coisas na tela acaba criando um problema. Muitas vezes, você passa mais tempo procurando alguma coisa para ver do que realmente assistindo um filme ou série.

Pensando nisso, resolvemos criar algumas listas com sugestões de filmes, séries e documentários disponíveis no Netflix brasileiro, dando os motivos pelos quais você deveria assistir aquilo. É o Tem na Netflix!

Sim, você simplesmente poderia ficar rodando a lista do Netflix e tentar a sorte com algum título, mas também pode ver em um ou dois parágrafos se um filme merece seu tempo ou não.

A ideia é cada lista contar com sete títulos, um para cada dia da semana. Sim, terão alguns filmes ou séries que todo mundo conhece, mas tem gente que não entende o motivo do hype e estamos aqui para oferecer aquele abraço e explicar o porque.

Para acessar os filmes e séries, basta clicar nos títulos aí embaixo. Para verificar as outras listas do Netflix que já fizemos, clique aqui.

1) De Volta Para o Futuro

Eu quero um Delorean
Eu quero um Delorean

Eu realmente preciso descrever o motivo pra você assistir De Volta Para o Futuro? Ok.

Jovem mancebo que serve de cupincha de cientista que lida com terroristas, acidentalmente viaja no tempo para o período antes de seus pais se conhecerem. Ao realizar algumas ações que colocam em risco a sua própria existência, como involuntariamente seduzir a própria mãe adolescente. E toca Power of Love e uma versão sensacional de Johnny B. Goode. Baita música maneira.

2) Transcendence: A Revolução

Transcendence 2
Se você está aí de bobeira e quer se odiar por gastar seu tempo com bosta, Transcendence: A Revolução, é o filme para você. Gastando uma ideia bem interessante sobre um cientista que pretende criar vida através do mundo digital, sofrendo um atentado e tendo sua mente transportado para uma máquina, o filme vale mais pela premissa do que por ele em si.

Transendence sofre o mal de ter o Johnny Depp (GLORIOSO DOHNNY JEPP) já na fase de sua carreira em que ele não se importa mais e “atua” sempre da mesma forma. Basicamente todo o elenco entra nesse embalo, com exceção do Paul Bettany, que quer acreditar estar num bom filme, baseado na sua ideia, mas que no fundo sabe que tá falhando. Vale pela curiosidade mórbida.

3) Gremlins

Gizmo
Gremlins é a história de um moleque que ganha um bicho de estimação estranho, porém fofo, mas que acaba gerando um monte de filhote lazarento e monstruoso, loucos para matar e dominar a porra toda, e que devem ser eliminados.

O filme é um clássico da Sessão da Tarde e eu não sei porque não existem tantos bonequinhos do Gizmo quanto deveria.

4) Amizade Colorida

Amizade colorida
Justin Timberlake é um maldito. O filme começa com ele namorando a Emma Stone (e tomando um pé na bunda), somente para ele engatar uma “Amizade Colorida” com a Mila Kunis. Sério, que raiva.

Amizade Colorida é um filme ABSURDAMENTE MANJADO, já que você consegue ver o que vai acontecer antes de dar play, mas ele é leve e divertido durante a sua duração. Vale pros dias que você não tem nada pra fazer, não tem ódio do mundo o suficiente para assistir Transcendence e tá afim de olhar a Mila Kunis ser espetacularmente linda.

5) Velozes & furiosos 5 – Operação Rio

fast_five_031
Toretto e toda a sua “família” abraçam o papel de “super-heróis atrás do volante” no filme que teve cenas gravadas no Rio, mas que tem um monte de mexicano falando com sotaque e o vilão é interpretado por um português. Porém, além de ser estupidamente divertido, tem o Vin Diesel mandando o “THIS IS BRAZIL” pro The Rock, em alusão de que todo mundo é vagabundo e anda armado no Rio. É isso, né?

Quase melhor que THIS IS SPARTA. Quase...
Quase melhor que THIS IS SPARTA. Quase…

6) Road Trip: caindo na estrada

roadtrip3629
No começo dos anos 2000, surgiram umas comédias adolescentes estúpidas que tinham quase o mesmo visual, mas rolava sempre alguma PICARDIA que dava mote para história. Em Road Trip, um jovem que namora há eras briga com a namorada que mora em outro estado e pensa que eles terminaram. No mesmo dia, em uma festa, ele pega uma cocotinha e esquece de desligar a câmera com a qual grava fitas (sim, o filme é do tempo de fita) para a suposta ex-namorada. No dia seguinte, ele descobre que eles não terminaram e que a fita dele pegando a cocotinha foi enviada por engano pra moça.

Junto de amigos, ele parte numa viagem para tentar chegar antes da fita. É bobo, mas tem umas cenas engraçadas.

7) Edward, mãos de tesoura

Edward-Scissorhands
Esse é do tempo que o Dohnny Jepp tinha algum prestígio como ator e poderia ser chamado de Johnny Depp. Edward Mãos de Tesoura conta a história de um sujeito criado por um cientista e que tem mãos de tesoura. Pois é.

Ele acaba indo para a cidadezinha próxima ao castelo do cientista (porque óbvio que o cara tinha um castelo/mansão tenebrosa), onde parte da população se assusta com o sujeito, mas outros o acolhem. Uma mocinha (Winona Rider <3) vira interesse romântico e o filme é bonito, cara. Falar mais sobre ele é meio dar spoiler, mas é um filme da época que a parceria Johnny Depp e Tim Burton não dava vontade de bater em alguém. Bons tempos que não voltam mais.

Leia Mais
Trailer de Exodus: Gods and Kings mostra o Batman abrindo o Mar Vermelho