Tem na Netflix #18 — Gladiadores, Tartarugas adolescentes e tubarões em Nova York

Você assinou a Netflix, está todo faceiro por ter uma bordoada de títulos para ver, mas a quantidade de coisas na tela acaba criando um problema. Muitas vezes, você passa mais tempo procurando alguma coisa para ver do que realmente assistindo um filme ou série.

Pensando nisso, resolvemos criar algumas listas com sugestões de filmes, séries e documentários disponíveis no Netflix brasileiro, dando os motivos pelos quais você deveria assistir aquilo. É o Tem na Netflix!

Sim, você simplesmente poderia ficar rodando a lista do Netflix e tentar a sorte com algum título, mas também pode ver em um ou dois parágrafos se um filme merece seu tempo ou não.

A ideia é cada lista contar com sete títulos, um para cada dia da semana. Sim, terão alguns filmes ou séries que todo mundo conhece, mas tem gente que não entende o motivo do hype e estamos aqui para oferecer aquele abraço e explicar o porque.

Para acessar os filmes e séries, basta clicar nos títulos aí embaixo. Para verificar as outras listas do Netflix que já fizemos, clique aqui.

1) Beleza Americana

american-beauty002

Filme que deu o segundo Oscar de atuação para Kevin Spacey, Beleza Americana é o tipo de filme que muita gente considera superestimado, mas depois de anos desde o seu lançamento, mostra que consegue desconstruir bem a imagem de vida perfeita nos Estados Unidos.

Seja pela apatia dos jovens, a busca por felicidade ou traições, o filme prende o espectador, mesmo você sabendo exatamente como tudo vai terminar.

2) As Tartarugas Ninjas

teenage-mutant-ninja-turtles

Esqueça o filme meia boca produzido pelo Michael Bay. As Tartarugas Ninjas não é um filme BOM, mas só o fato de tentar (e conseguir em alguns momentos) traduzir o clássico desenho animado, já faz com que ele mereça o nosso carinho.

Hoje em dia, essa fantasia bizarra das Tartarugas é horrível, mas, ao mesmo tempo, consegue ser a melhor adaptação possível pra animação.

3) As Tartarugas Ninjas: O Segredo de Ooze

tartarugasninjascuriosidades2

Eu poderia falar da trama, eu poderia falar das melhorias nas fantasias das Tartarugas, poderia até falar que o Destruidor é “interpretado” pelo lutador da WWE Kevin Nash. Só que eu apenas vou dizer que é nesse filme que rola o show do Vanilla Ice cantando o Ninja Rap. Dá play de uma vez.

4) Marvel’s Hulk and the Agents of S.M.A.S.H.

hulk smash

Depois de Os Vingadores, parece que todo mundo lembrou que o Hulk é um personagem legal, dando maior destaque para o sujeito. A Marvel se ligou na possibilidade e criou Hulk and the Agents of S.M.A.S.H.

É uma animação que junta todo mundo que se lascou com raios gama, dando porrada e resolvendo problemas. É infantil, mas só pelo fato de ser um desenho do Hulk, merece uma assistida.

5) Spartacus

spartacus1

Spartacus é uma série que conta a história de um escravo, que se torna gladiador e, em seguida, o líder de uma revolução contra o Império Romano. A série, produzida pelo Sam Raimi, é violenta pra cacete, tem nudez pra caramba e é BEM legal (não necessariamente por esses motivos).

Vale lembrar que o personagem principal foi interpretado por dois atores: Andy Whitfield e Liam McIntyre, depois que Whitfield abandonou o papel após ser diagnosticado com câncer, causa de sua morte em 2011.

6) O Lutador

wrestler

O Lutador conta a história de Randy “The Ram” Robinson, um wrestler que teve o seu auge na década de 80, mas hoje vive de bicos e lutas em lugares quase vazios. Estrelado pelo Mickey Rourke, o filme de Darren Aronofsky meio que junta as histórias de lutadores reais como Jake Roberts e Scott Hall, dois exemplos de lutadores que SE ACABARAM por viverem no “ritmo louco do show business” e coisas do tipo.

O longa é indicado pra quem gosta de pro wrestling ou para quem gosta de um filme BOM PRA CACETE, porém pesado e meio depressivo.

7) Sharknado 2: The Second One

Sharknado 2

Veja a imagem aí em cima. Você sabe que Sharknado 2 é ruim. Todo mundo sabe, mas é como um acidente de trem: é horrível, mas você precisa ver. Agora você pode.

Leia Mais
Primeira arte da continuação de Clube da Luta