Tem na Netflix #16 — Clones, hackers e gente fazendo besteira

Você assinou a Netflix, está todo faceiro por ter uma bordoada de títulos para ver, mas a quantidade de coisas na tela acaba criando um problema. Muitas vezes, você passa mais tempo procurando alguma coisa para ver do que realmente assistindo um filme ou série.

Pensando nisso, resolvemos criar algumas listas com sugestões de filmes, séries e documentários disponíveis no Netflix brasileiro, dando os motivos pelos quais você deveria assistir aquilo.

Sim, você simplesmente poderia ficar rodando a lista do Netflix e tentar a sorte com algum título, mas também pode ver em um ou dois parágrafos se um filme merece seu tempo ou não.

A ideia é cada lista contar com sete títulos, um para cada dia da semana. Sim, terão alguns filmes ou séries que todo mundo conhece, mas tem gente que não entende o motivo do hype e estamos aqui para oferecer aquele abraço e explicar o porque.

Para acessar os filmes e séries, basta clicar nos títulos aí embaixo. Para verificar as outras listas do Netflix que já fizemos, clique aqui.

1) Jackass 3D

Jackass 3
Depois de se quebrarem por uns meses, gerando algumas temporadas do programa de TV, Johnny Knoxville e seu grupo de retardados levaram as imbecilidades sensacionais de Jackass para o cinema. Em Jackass 3D, é possível ver que a idade não afetou as ideias idiotas do pessoa, com direito a uso de super cola, o efeito de uma turbina de avião jogando alguém pra longe, etc.

Se você sempre dá uma risada vendo a galera se quebrar, Jackass 3D vai render um bom tempo de gargalhadas. Sério, é absurdo.

2) Elementary

ELEMENTARY-banner
Por mais que a versão mais famosa do detetive Sherlock Holmes seja estrelada por Benedict Cumberbatch, essa edição produzida pela TV americana também tem seu valor. Assim como a série da BBC, em Elementary temos um Sherlock nos tempos atuais, tendo Joan Watson como parceira na solução de crimes.

Se você assistir esperando A MESMA COISA da série inglesa, se decepcionará. Caso assista de peito aberto, perceberá que o negócio tem muito potencial conforme os episódios se desenvolvem. O Netflix conta com duas temporadas da série, que atualmente tem a sua terceira exibida na TV americana.

3) Anjos da Lei

Anjos da Lei
Anjos da Lei era um filme que tinha tudo pra dar errado. TUDO. Uma adaptação de uma série de TV dos anos 80 (e estrelada pelo Johnny Depp), o filme serviria como uma sequência de tudo, colocando dois policiais que parecem mais jovens do que são em uma escola. A missão é se infiltrar em uma gangue e encontrar o fornecedor de uma nova droga.

Não era pra dar certo, mas o roteiro, a dupla Jonah Hill e Channing Tatum e a escolha de fazer tudo uma comédia funcionam de uma maneira tão absurda que é impressionante. Em 2014, o filme ganhou uma sequência, que também tinha tudo pra ser errado (difícil sequência de uma comédia dar certo), mas é tão boa (e às vezes até melh

4) Efeito Borboleta

Efeito Borboleta era outro filme que tinha tudo pra dar errado. Estrelado por Ashton Kutcher, que na época só era conhecido por ser o imbecil de That ’70 Show, ele assume o drama/ficção que conta a história de um sujeito que consegue voltar para momentos passados de sua vida, buscando consertar alguns erros.

O problema disso é que a cada pequena mudança, consequências monstruosas acontecem no “presente”, fazendo com que ele tente novamente consertar tudo. O filme é surpreendentemente interessante, inclusive o Kutcher, que mostra que se tivesse um diretor bom e um roteiro decente, poderia ser um bom ator. Nunca sensacional. BOM.

5) Perfume de Mulher

Perfume de Mulher
“Al Pacino na época que ele era bom de verdade”. Isso poderia resumir o motivo para você assistir Perfume de Mulher, mas o filme tem muito mais além do Pacino sendo sensacional. O filme conta a história de um veterano do exército que ficou cego e um  jovem que serve como seu guia em Nova York.

O filme é bem feito e novamente, é o Al Pacino na época em que ele era bom e não fazia filmes em que queria comer o Adam Sandler vestido de mulher. E ainda tem essa cena da imagem acima, que é de levantar e bater palma.

6) Hackers — Piratas de Computador

Hackers
Ahh os anos 90. Hackers — Piratas de Computador pode descrever como o pessoal mais “radical” ligado à tecnologia era visto na década retrasada. O filme, estrelado por Jonny Lee Miller (o Sherlock de Elementary) e Angelina Jolie 9inha, mostra um grupo de jovens que acaba sendo usado como bode expiatório de um magnata e precisam provar sua inocência com sua habilidade no computador.

É interessante ver a galera surtando com um laptop com 128 MB de RAM ou usando aqueles óculos mentirosos para “invadir o mainframe”. E Angelina Jolie 9inha também é digna.

7) Orphan Black

33711-orphan-black-orphan-black
Orphan Black é o tipo de série que todo mundo fica falando que é sensacional e você não dá atenção. Olha pra uma imagem dela, vê a atriz principal e pensa “Nah, isso não é legal”. Quando finalmente assiste a um episódio, acha incrível e quer casar com a Tatiana Maslany (que é fantástica em todos os jeitos possíveis).

Orphan Black conta a história de Sarah, uma moça que vê uma mulher idêntica a ela se jogar no trilho do trem. Por ser malandra, Sarah resolve assumir a identidade da mulher, pegando seu dinheiro e fugindo. Só que existe muito mais coisas por trás da história, incluindo clones. Sim, Orphan Black é ficção científica e BOA.

Also, Tatiana Maslany: passearia de mão dadas com você e apresentaria pros meus pais. <3
[signoff predefined=”Signoff 1″][/signoff]

Leia Mais
Esse é o trailer (mais legal do que o esperado) de Power Rangers