Você assinou a Netflix, está todo faceiro por ter uma bordoada de títulos para ver, mas a quantidade de coisas na tela acaba criando um problema. Muitas vezes, você passa mais tempo procurando alguma coisa para ver do que realmente assistindo um filme ou série.

Pensando nisso, resolvemos criar algumas listas com sugestões de filmes, séries e documentários disponíveis no Netflix brasileiro, dando os motivos pelos quais você deveria assistir aquilo.

Sim, você simplesmente poderia ficar rodando a lista do Netflix e tentar a sorte com algum título, mas também pode ver em um ou dois parágrafos se um filme merece seu tempo ou não.

A ideia é cada lista contar com sete títulos, um para cada dia da semana. Sim, terão alguns filmes ou séries que todo mundo conhece, mas tem gente que não entende o motivo do hype e estamos aqui para oferecer aquele abraço e explicar o porque.

Para acessar os filmes e séries, basta clicar nos títulos aí embaixo. Para verificar as outras listas do Netflix que já fizemos, clique aqui.

1) Walking Dead

The Walking Dead

Baseada nos quadrinhos criados por Robert Kirkman, The Walking Dead conseguiu uma audiência absurda na TV americana desde o seu primeiro episódio. Adaptando (muitas vezes de qualquer jeito) os arcos da HQ, o seriado é uma boa opção para aqueles que não têm muita paciência para ler as mais de 100 edições do material original.

Caso você seja fã dos quadrinhos, talvez assistir até o final da primeira temporada seja uma boa, já que muito do que foi feito na série diverge do que foi feito por Kirkman, por bem ou por mal.

2) Bojack Horseman

bojack-horseman-exclusive-trailer-debut_bghe

Nova série original da Netflix, Bojack Horseman é uma animação que mostra a vida de um ator cavalo que estrelou uma sitcon no final dos anos 80 e vive até hoje das glórias do passado. Ele resolve escrever uma biografia, contando mais sobre tudo pelo que passou, recebendo a ajuda de uma jovem escritora.

A animação tem seus momentos e vale pelo elenco de dubladores, que conta com Will Arnett, Aaron Paul e Alison Brie. Se você gosta de uma animação com humor mais absurdo, Bojack Horseman entrega o que você precisa.

3) Gladiador

gladiador-3

Possivelmente um dos melhores papeis do Russel Crowe, Gladiador já deve ter sido assistido por meio mundo, seja em home video, cinema ou TV. Só que é sempre sensacional ver a história do general romano que se torna um escravo, um gladiador e promete arrebentar com o atual imperador.

De qualquer maneiro, o filme já seria válido somente pela cena em que ele se apresenta no Coliseu.

4) Tenacious D in The Pick of Destiny

tenacious-d-in-the-pick-of-destiny-1

Apesar de ser um filme para os fãs do grupo do Jack Black e Kyle Grass, Tenacious D in The Pick of Destiny é um musical absurdo, ridículo e com uma trilha sonora sensacional. Quando você tem uma apresentação de personagem em uma música com Meat Loaf e Dio, você sabe que tem algo especial ali.

Detalhe pra participação especial do Dave Grohl como o Tinhoso em um rock-off.

5) Samurai X — O Filme

Rurouni-Kenshin-Live-Action

Quando se fala em adaptação live action de algum anime, sempre surge aquela sensação de “Isso não vai dar certo”. Foi assim com Death Note, com certeza foi aquela adaptação cretina do Dragon Ball, mas felizmente não aconteceu com Samurai X.

Chamado originalmente de Rurouni Kenshin, o filme adapta relativamente bem o primeiro arco do mangá e anime, conseguindo caracterizar bem os personagens, os cenários e as cenas de luta. As coisas deram tão certo que mais dois filmes foram produzidos, sendo que um já chegou aos cinemas japoneses e foi muito bem aceito pela crítica e público.

6) Juno

juno

O filme que fez muita gente se apaixonar pela Ellen Page e que provavelmente começou a sequência de atuações idênticas do Michael Cera, Juno conta da maneira mais indie possível a história de uma menina que fica grávida do seu amigo e resolve seguir com a gravidez para doar a criança para a adoção.

Juno ainda conta uma trilha sonora que caiu no gosto de toda a galera indie e conseguiu até chegar no público geral, o que fez muito hipster ficar putinho, algo que é sempre divertido.

7) O Justiceiro em Zona de Guerra

punisher warzsone

Depois da indicação da semana passada, nada mais justo do que indicar o outro filme do Justiceiro disponível na Netflix. Justiceiro em Zona de Guerra era pra ser uma espécie de reboot do personagem nos cinemas, trazendo um ator diferente (Ray Stevenson) no papel de Frank Castle, assim como um vilão dos quadrinhos (Retalho).

Apesar de ser de uma galhofa incrível, Zona de Guerra é divertido e de uma violência cartunesca.

Sem mais artigos