Olá, pessoa que costuma perder bons minutos escolhendo o que assistir na Netflix. Esse artigo de utilidade pública está aqui para tentar diminuir o seu tempo gasto na visualização dos sub-menus, categorias e assim evitar sua indecisão/dor de cabeça.

Sim, aqui você irá conferir dicas, recomendações, especiais para VOCÊ aproveitar melhor seu tempo e sua assinatura. Semelhanças com Ciro Bottini à parte, confira as sugestões de mais um Tem na Netflix!

A ideia é cada lista contar com sete títulos, um para cada dia da semana. Sim, terão alguns filmes ou séries que todo mundo conhece, mas tem gente que não entende o motivo do hype e estamos aqui para oferecer aquele abraço e explicar o porquê.

Para verificar as outras listas da Netflix que já fizemos, clique aqui. Note que, em vez de termos sete sugestões, dessa vez rolaram somente cinco, mas que na verdade estouram a cota e ainda fazem uma dancinha da alegria.

1) Trilogia clássica Star Wars

Star wars all

Após disponibilizar o episódio IV, “Uma Nova Esperança”, a Netflix agora dispõe de todos os longas da franquia Star Wars, o que inclui a trilogia clássica(episódios IV, V e VI) e a trilogia “nova”(episódios I, II, e III). Além dos filmes está disponível também duas séries animadas(“Star Wars Rebels” e “Star Wars: Clone Wars”) e alguns documentários sobre a saga criada por George Lucas.

A recomendação principal aqui fica para a primeira trilogia, que engloba os três primeiros filmes, onde é possível acompanhar as aventuras estelares de Leia, Luke e cia. Claro que, com todo esse material disponível, você provavelmente não vai parar por aqui, né? May the force be with you.

2) Trilogia clássica do Indiana Jones

indiana-jones-9

O artigo tá parecendo o tiozão nostalgia dos anos 80, né? De qualquer maneira, fica difícil deixar de fora a também clássica trilogia do Indiana Jones, estrelada por Harrison Ford. Todos os três filmes são dirigidos por Steven Spielberg e carrega o telespectador aos diversos desafios e proezas do arqueólogo menos entediante que existe.

Procurando por “Indiana Jones” no campo de busca, você perceberá que sim, existe um quarto filme. É ruim, basta ignorar pra viver uma vida mais plena. Fica aí com os três originais que a diversão é garantida. Só a musiquinha tema clássica criada pelo John Williams já vale o play. Que inclusive agora não sai da minha cabeça.

3) É o Fim

This-Is-the-End

O filme em questão poderia ser um longa cheio de clichês. Então, na verdade ele é. E isso é ótimo! “É o Fim” se trata daquela festa com os amigos, onde bebedeira, piadas internas e reencontros se destacam. A parada é que os atores “interpretam a si mesmos”. A única diferença é que aqui temos um cenário em que o mundo tá acabando e os caras precisam sobreviver.

Se estiver numa vibe de pouco compromisso e quiser se divertir, é uma baita pedida. Só aqui você verá Emma Watson, James Franco ou mesmo Jonan Hill serem zoados por estereótipos “que os perseguem” na vida real. Vai lá, não vai se arrepender.

4) Snatch

snatch

Taí um filme subestimado. Não para quem assiste, em sua maioria, mas, parece que “Snatch” não é tão conhecido como deveria. O segundo longa de Guy Ritchie mistura ação e diversão, de forma bem executada e conta com um ritmo absurdo.

A história envolve roubo de diamantes, pugilismo sem luvas, porcos do mal e ainda tem um Brad Pitt cigano e impossível de ser entendido. “Snatch” é daqueles filmes que, de tantos personagens e tramas, um cochilo e você não entende o que tá rolando. Mas vamos combinar que é preciso muito sono para dormir assistindo essa bagaça.

5) O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford

Brad Pitt stars as Jesse James in Warner Bros. Pictures? ?The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford.?

O nome já toma tanto espaço que geralmente nem é repetido. “O assassinato de Jesse James…”, é ótima pedida principalmente para aqueles que curtem Western ou para os apreciadores de uma bela fotografia. Claro que, acompanhando o personagem do Jesse James(Brad Pitt) no filme, é impossível escapar do spoiler do título.

A trama do longa acompanha o mais famoso fora-da-lei da América em muitos dos seus roubos(não lembro em quantos precisamente). Abordando um lado mais pessoal e introspectivo do famoso criminoso, o longa pende para um lado mais emocional, fugindo do que seria um filme de ação fácil.

Curiosidade – no epitáfio de Jesse James, sua mãe colocou a seguinte frase: “Em memória de meu filho, assassinado por um traidor covarde cujo nome não é digno de aparecer aqui”. É, pela frase do epitáfio dá pra perceber que o Robert Ford não tinha muitos admiradores, né?

Bom, contando as trilogias, tivemos bem mais títulos do que os sete corriqueiros, né? Aproveita aí!

Sem mais artigos