Sam Raimi admite que errou rude com Homem-Aranha 3

Sam Raimi spider-man-3

Homem-Aranha e Homem-Aranha 2, ambos dirigidos por Sam Raimi, são inegavelmente filmes que ajudaram a popularizar o gênero de super-heróis nos cinemas do ano 2000 pra frente. A popularidade das adaptações do Aranha chegou ao ápice durante o hype para o terceiro filme, Homem-Aranha 3.

Nele, teríamos Gwen Stacy, Homem-Areia, Harry Osborn virando Duende Verde e VENOM. A galera que cresceu nos anos 90 vibrou com a possibilidade de ver o simbionte no cinema e todos os trailers eram feitos de vitória e glória. Então, o filme estreou em 2007 e ele pode ser resumido nisso aqui:

Apesar de ser o filme que mais arrecadou na franquia Homem-Aranha nos cinemas (contando todas as produções), Homem-Aranha 3 também foi recepcionado todo errado e acabou por fazer com a que a Sony optasse em mandar um abraço pro Sam Raimi e resolver rebootar a coisa toda.

Agora, o diretor falou com mais calma sobre a experiência de fazer o terceiro filme do Homem-Aranha e assume que sim, ele fez cagada.

Em participação no podcast do Nerdist, Sam Raimi falou sobre vários pontos de sua carreira e resolveu abrir o coração sobre Homem-Aranha 3. Ele fala que o longa não funciona direito, que tentou fazer um bom trabalho, mas que não acreditava em todos os personagens. Basicamente, era um filme com elementos que ele não amava e agora acha errado ter feito já que tanta gente gostava daquilo.

Ele também fala que a vontade de tentar superar Homem-Aranha 2, considerado até hoje um dos melhores filmes baseados em quadrinhos (apesar de ter envelhecido um pouco), acabou prejudicando o terceiro filme.

“Eu acho que nós deveríamos ter focado nos personagens que já estávamos acompanhando e como o relacionamento entre eles evoluiria em vez de tentar superar [Homem-Aranha 2]. Eu acho que esse foi o meu erro.”

Ele conta que errou bastante com Homem-Aranha 3 e que pessoas o odiaram por anos. “Tem pessoas que ainda me odeiam por causa do filme”. Não posso negar que tava nesse bolo, mas o fato de que grande parte das burradas do filme terem sido enfiadas a contra gosto do Raimi porque o Avi Arad queria vender bonequinho, meio que aliviaram a barra do cara. Ele confessar que errou ajuda bastante também.

Pra fechar, o Raimi disse que o filme é horrível. Em outras notícias, o céu é azul e água é molhada.

Para ouvir a participação do Raimi no podcast do Nerdist, clique aqui.

Leia Mais
Trailer final de Sin City: A Dama Fatal