Review: Jumanji – Próxima Fase

Quando a Sony anunciou uma nova versão de Jumanji, sem ligação com o filme original e estrelada pelo The Rock (jamais chamarei esse senhor de DWAYNE JOHNSON), todo mundo acho que seria uma ideia cretina e era melhor deixar o filme dos anos 90 em paz. Jumanji: Bem Vindo à Selva saiu e foi muito mais divertido do que o mais otimista poderia esperar. E é nesse embalo de diversão que estreia Jumanji: Próxima Fase, filme que é quase a mesma coisa do primeiro, o que garante que ele pelo menos seja maneiro.

A vida dentro do jogo era mais legal

Jumanji: Próxima Fase começa um ano após os acontecimentos do primeiro filme, com todo mundo amigo e feliz, menos Spencer. Ele percebe que sua vida não é tão maneira como aquele período em que esteve dentro de Jumanji. Retornando para casa para passar o fim de ano, ele ainda encontra seu avô (Danny DeVito) e é revelado que ele recuperou o console e a fita do jogo.

Tentando voltar ao seu momento de glória, ele entra novamente no jogo. Quando seus amigos tentam ajudá-lo, entrando novamente no jogo, mas por causa dos problemas com o console e a fita meio quebrada, acabam levando pessoas inesperadas junto.

Igual, mas diferente

A grande sacada de Jumanji: Próxima Fase é manter os quatro avatares dentro do jogo, sendo interpretados pelo The Rock, Karen Gillan, Jack Black e Kevin Hart, mas mudá-los consideravelmente pelas pessoas que acabam “controlando” eles. Martha continua como Ruby Roundhouse, mas Fridge agora é o Professor Sheldon Oberon (Jack Black).

Enquanto isso, o The Rock é o avô de Spencer e o Kevin Hart um antigo amigo dele, interpretado em algumas cenas pelo Danny Glover. Isso faz com que o The Rock faça suas cenas como se fosse o Danny DeVito e o Kevin Hart como o Danny Glover, algo que faz o filme valer muito a pena.

Jumanji

Isso porque dentro do jogo, apesar de contar com situações diferentes, ele ainda é MUITO similar ao primeiro filme, o que não é ruim, mas que em alguns momentos bate aquela sensação de você já esperar pelo que vai acontecer.

Junto deles, novos avatares são revelados, como uma ladra chamada Ming Fleetfoot, interpretada pela Awkwafina, mas o grande atrativo é realmente o The Rock e o Kevin Hart interpretando idosos.

No final das contas, Jumanji: Próxima Fase é um filme que vai agradar aos fãs do “primeiro” longa e que esperam só ver um pouco mais daqueles personagens. Algumas piadas funcionam muito bem, outras nem tanto e as cenas de ação não são particularmente inspiradas, mas funcionam dentro da história.

Um filme BEM Sessão da Tarde, mas que também nunca tenta ser algo além disso (e não tem nada de errado com isso).

Leia Mais
JÁ DÁ PRA COMEMORAR! Daniel Bryan voltará aos ringues da WWE