Ok, eu ainda estou triste com a história de que a Marvel de fato foi atrás da Sony para incluir o Homem-Aranha em Capitão América: Guerra Civil e o negócio não foi pra frente. Todos ficamos tristes. Só que, agora, surgem informações de que, com o vazamento, o estúdio pode ter que arregar e liberar o personagem pra Marvel.

De acordo com os caras do Latino Review, que geralmente tem fontes quentes dentro dos estúdios de Hollywood, a timeline dos acontecimentos retratados naqueles e-mails é a seguinte:

Em abril, a Marvel lançou Capitão América: O Soldado Invernal, conseguindo um sucesso absurdo e dando o pontapé para alguns dos seus planos para o Universo Marvel nos cinemas. Na mesma época, o estúdio notou que não teria um fracasso em mãos ao lançar Guardiões da Galáxia, ganhando mais confiança. Então, o pessoal resolveu que era hora de adaptar a Guerra Civil para os cinemas.

Na época em que as primeiras ideias para o filme estavam sendo formadas, O Espetacular Homem-Aranha 2 não teria rendido tanto quanto a Sony esperava. Aparentemente, Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, viu isso como uma oportunidade, querendo, se possível, anunciar o filme e uma parceria já na Comic-Con, que aconteceria em julho.

Para fazer isso, eles precisavam de três coisas: Robert Downey Jr, encontrar logo um ator para interpretar o Pantera Negra, e que a Sony abrisse os braços para conseguir levar o Homem-Aranha ao Universo Marvel e fazer o personagem viver lá dentro. Não deu tempo até a Comic-Con.

Homem-Aranha (4)

Mesmo assim, se as três coisas ainda não tivessem acontecido com o passar dos meses, a Marvel ainda tinha um plano B, que era dar continuidade à história de Bucky Barnes. Ainda renderia dinheiro pra cacete. Só que duas das coisas planejadas deram certo. Só a Sony que bundiou. As últimas conversas entre Sony e Marvel aconteceram no final de outubro. As coisas pareciam emperradas.

No meio dos e-mails, todo mundo ficou sabendo que, em janeiro, executivos da Sony vão se reunir para discutir exatamente o futuro da sua única grande franquia. Ali, surgiu até um novo desenho do Aranha a ser produzido por Chris Miller e Phil Lord, responsáveis por Anjos da Lei e Lego: O Filme. Maneiro, mas ainda não é Homem-Aranha na Marvel.

Uma nova esperança

Conforme fontes informaram ao Latino Review, o acordo entre a Sony e Marvel seria o seguinte: em novos filmes do Homem-Aranha, a Marvel entraria com 60% do orçamento, a Sony com os outros 40%. basicamente, a Marvel ficaria com a parte criativa dos filmes, podendo utilizar o personagem em outros projetos do estúdio, como uma aparição em Capitão América: Guerra Civil, enquanto a Sony prosseguiria distribuindo os filmes solo do Aranha. Esse acordo parecia ter ido pro saco. Só que aí rolou o hackeamento da Sony.

De acordo com fontes dentro do estúdio, os grandões da Sony do Japão, dona da coisa toda, estariam putos com toda a situação envolvendo o Homem-Aranha, o que pode até gerar um corte de executivos do lado americano.

Os japoneses estariam decepcionados com a maneira como a propriedade do Homem-Aranha está sendo tocada, já que preferem que os filmes sejam de qualidade, algo que eles não acreditam que os filmes mais recentes e os propostos spin-offs são. A Sony do Japão ainda acredita que o acordo com a Marvel (esse dos 60/40) ainda é uma possibilidade e todo o desejo da Sony Pictures de segurar o personagem e ter controle criativo total sobre ele já é algo meio que desconsiderado.

Homem-Aranha (12)

Basicamente, o pessoal da Sony do Japão viu que a situação não tem como melhorar se continuar do mesmo jeito. Por mais que o estúdio receba um menos com esse acordo, ter o Marvel Studios por trás de novos filmes do Homem-Aranha revitalizaria o personagem, gerando novo ânimo aos olhos do grande público. Porque se você coloca o Aranha ao lado do Capitão América e Homem de Ferro no cinema, hoje em dia, ele explodiria. Fora que, um acordo desse tipo, poderia até garantir que a Fase Quatro do Universo Marvel nos cinemas poderia muito bem ser encabeçada pelo personagem. Seria, basicamente, o que o Marvel Studios deveria ter sido caso não tivesse vendido os direitos do herói anos atrás.

Agora, tudo depende do que vai rolar nos bastidores. Sim, a reunião dos executivos da Sony ainda deve rolar em janeiro e seria lindo se ela terminasse com a Marvel envolvendo e falando “Fechado. Quando começamos?”.

O cara do Latino Review levanta uma possibilidade que faria meio mundo chorar sangue: e se o acordo acontecer em janeiro, dando tempo pro Joss Whedon colocar alguma coisinha do personagem já em Os Vingadores 2: A Era de Ultron? Já é de conhecimento geral que o diretor e grande parte do elenco farão algumas regravações e cenas extras no começo do ano. Apenas pense se, no meio disso tudo, tem uma cena em Nova York, aparece um maluco tirando fotos pra um jornal e MEU DEUS DO CÉU, É O ANDREW GARFIELD COMO PETER PARKER!

Homem-Aranha Vingadores

A esperança, meus amigos, ela existe.

Sem mais artigos