Os Vingadores 2: Visual e origem do Ultron revelados!

A não ser que você seja um eremita que habita as planícies africanas sobrevivendo à base de suricatos e da própria urina, você sabe que Os Vingadores 2: A Era de Ultron vem aí em 2015. Com a história de Hank Pym — o Homem-Formiga e criador do vilão nos quadrinhos — sendo apenas contada após a estréia da sequência, pessoas de todos os cantos do planeta se perguntavam: quem então será o responsável pelo Ultron? Será o Homem de Ferro? Jacaré no seco anda?

Eis que a Entertainment Weekly, num aquecimento pra Comic-Con, não só revelou a origem do vilão como ainda nos proporcionou a primeira imagem oficial do robô consciente na sua capa, ao lado da dupla Homem de Ferro e Bandeiroso, ambos com seus novos visuais também.

capa ew

O visual do Ultron lembra o dos quadrinhos — óbvio que não seria idêntico –, com as feições do rosto (robô tem rosto?) bem fiéis ao design original, mas um pouco mais próximas ao capacete do próprio Tony Stark, como aquele teaser da última Comic-Con já tinha mostrado.

E isso não é coincidência: na trama, com a SHIELD fora da jogada deixando os Vingadores sobrecarregados, o personagem de Robert Downey Jr. decide criar a inteligência artificial (talvez uma evolução do JARVIS?) pra servir como um Vingador, eliminando a necessidade do próprio Stark sequer entrar em uma armadura (lembra do exército de trajes de Homem de Ferro 3? Bem por aí).

Ultron pode monitorar e localizar ameaças, tendo acesso à todas as armaduras do herói. As coisas vão bem no início, até que o programa decide que a maior ameaça ao planeta são os próprios humanos. E é aí que a barata voa.

possible-plot-info-for-avengers-age-of-ultron-header

“Ultron vê o quadro geral e decide, ‘Ok, nós precisamos de uma mudança radical, que será violenta e apavorante, pra fazer tudo melhorar’; ele não tá apenas ‘Muahaha, em breve dominarei o mundo!’, disse o diretor Joss Whedon.

A única coisa que me incomoda nisso tudo é que parece que novamente teremos os Vingadores lutando contra um exército de inimigos genéricos (no primeiro filme, os Chitauri, e nesse, as armaduras do Ultron que aparecem ao fundo na capa da EW). Não que isso seja necessariamente ruim — até porque, imagina, todos os Vingadores desde sempre lutando contra um único inimigo, não sei se funcionaria tão bem –, é mais do mesmo. “Mesmo” que, nesse caso, é algo excelente. Mas ainda assim…

Vamos esperar pra ver o que mais será revelado sobre o filme na Comic-Con. ;)

Leia Mais
Homem-Aranha: as quase-adaptações dos quadrinhos para o cinema