Durante praticamente dois anos, de vez em quando rolava a coluna Tem na Netflix, onde eu sugeria alguns títulos da Netflix pro pessoal assistir durante a semana. A ideia não era particularmente original, mas ninguém fazia por aqui. Depois que meio mundo resolveu fazer também, é chegada a hora de levar a brincadeira mais além.

Quando eu comecei a fazer o Tem na Netflix, o serviço era praticamente o único decente em atividade no Brasil e, como aquela malandragem divina de acessar os catálogos de outros países foi pro saco, fazia sentido falar dos filmes e séries que ficavam disponíveis por aqui. Só que hoje em dia, nós temos mais opções fora da Netflix.

Pensando nisso, nessa primeira edição do Não Saia de Casa, reuni alguns títulos da Netflix, Amazon e Crunchyroll. Sim, tem pra todo mundo. E pra começar, como eu tô a fim, os títulos têm algo em comum: porrada. Neste caso, Boxe e Pro Wrestling. Por que? Porque eu quis.

Netflix

GLOW

A segunda temporada de GLOW finalmente estreou na Netflix, trazendo de volta a história da criação de um programa de TV focado em wrestlers femininas. A primeira temporada foi realmente boa e a segunda traz uma evolução interessante pra história, além de apostar em mostrar mais as lutas.

Vale bastante assistir tudo, até mesmo se você não tem familiaridade com wrestling.

Nocaute

Nocaute é um filme estrelado por Jake Gyllenhaal, que vive um boxeador no auge, mas precisa dar a volta por cima após uma tragédia na sua família. Nocaute é o tipo de longa de boxe que pode parecer um tanto manjado, mas os personagens e a atuação são realmente bons o suficiente para prender o espectador do começo ao fim. Fora que tem umas cenas que são uma porrada na alma.

Escrito por Kurt Sutter, criador de Sons of Anarchy, e dirigido por Antoine Fuqua, de Dia de Treinamento, Nocaute quase foi estrelado pelo Eminem, que tava pronto pra começar a filmar, mas deixou a produção por causa da gravação de um disco. Mesmo assim, ele criou músicas para o filme.

Amazon Prime Video

O Lutador

Eu já devo ter falado de O Lutador por aqui, mas não custa nada falar de novo desse que é provavelmente o filme que melhor mostra como é a vida de vários wrestlers que não conseguiram se afastar do ringue. Numa atuação maravilhosa do Mickey Rourke, o filme é quase uma cinebiografia de Jake The Snake Roberts, mostrando um wrestler já judiado pela vida, tentando ter um pouco do brilho que um dia teve nos ringues.

O Lutador é um filme triste, mas que levanta algumas questões sobre como até quando uma pessoa deve se entregar ao seu sonho, em detrimento de todos aqueles que estão a sua volta. Baita filme.

Crunchyroll

Tiger Mask W

Eu já falei um pouco sobre Tiger Mask W por aqui, mas tá na hora de falar mais. Tiger Mask é um mangá, que eventualmente virou um anime na década de 70 e que conta a história de um wrestler que usa uma máscara de tigre e tenta salvar um orfanato. Veja bem que resumi PRA CACETE o original, mas é isso aí. A NJPW comprou os direitos do personagem e colocou alguns dos seus lutadores para lutarem como ele na vida real, sendo o finado Misawa um dos mais conhecidos por trás da máscara.

Aí a Toei resolveu criar uma continuação direta do anime na forma de Tiger Mask W. Nele dois lutadores tentam derrubar uma organização maligna e internacional, usando as máscaras de Tiger Mask e Tiger The Dark. Lutadores da NJPW, como Okada e Kenny Omega aparecem na animação, que é bem maneirinha.

Uma curiosidade: pra ajudar na divulgação do anime, a New Japan Pro Wrestling fez algumas lutas com wrestlers assumindo as figuras de Tiger Mask e Tiger The Dark. Na ocasião, o doente Kota Ibushi foi o Tiger Mask, enquanto ACH foi o Tiger The Dark. Sério:

Megalobox

Criador em comemoração dos 50 anos do clássico anime e mangá Ashita no Joe, Megalobox traz uma nova versão da história, levando a trama para um futuro em que lutas de boxe são realizadas com a ajuda de Gears, uma espécie de exoesqueleto que, supostamente, torna os combates muito mais emocionantes (e potencialmente letais).

Lutando de maneira clandestina, um boxeador acaba se envolvendo em uma confusão, devendo dinheiro para um bandido, junto de um organizador de lutas ilegais. O único jeito de conseguir o dinheiro é participar do Megalobox, um torneio especial de boxe. Agora com o nome de Joe, o lutador precisa mostrar todo o seu talento escondido para conseguir vencer a competição.

Megalobox traz um estilo de desenho que me lembrou bastante alguns animes dos anos 90, com um aspecto mais “sujo” em comparações com produções mais recentes. Um ótimo anime para aqueles que curtem boxe.

BÔNUS YouTube

Beyond the Mat

Normalmente, não é muito legal compartilhar links de filmes completos que estão no YouTube, mas como é praticamente impossível ver esse documentário sem recorrer à malandragem, aqui estamos com o link de Beyond the Mat e o Google que se vire.

Esse documentário é um dos melhores feitos sobre wrestling, produzido no auge da Attitude Era e que mostra bem a realidade de alguns wrestlers, como o já citado Jake The Snake Roberts, assim como Mick Foley se preparando praquela luta CRIMINOSA contra o The Rock, em que ele tomou tanta cadeirada na cabeça que o DUAINE tinha que ter sido preso depois. Baita documentário.

BÔNUS Spotify

Por esse ninguém esperava. Além das dicas de filmes e séries, de vez em quando eu vou enfiar alguma dica de streaming de música. Como eu uso o Spotify, é isso que vai rolar e pra continuar no tema, segue uma playlist maneira com com temas dos PPVs da WWE.

Sem mais artigos