Sim, o negócio agora é falar de Homem-Aranha feito louco! Depois da história dos e-mails hackeados da Sony, com a informação de que a Marvel foi atrás da Sony para conseguir o Homem-Aranha nos seus filmes, e depois da possibilidade de o negócio realmente ir pra frente, agora, surgem novos detalhes sobre exatamente quais seriam os planos do Marvel Studios em relação ao personagem. E olha, eles não são nada bons para o Andrew Garfield.

De acordo com o Latino Review, que está em cima das fontes dentro da Sony, caso os dois estúdios cheguem a um acordo, ele realmente será aquele que colocará a Marvel no controle criativo dos filmes do Aranha (além de poder utilizar o personagem em outras produções), com a Sony distribuindo e ajudando com 40% do valor do filme.

Um dos motivos pelos quais o negócio não tava indo pra frente é porque a Marvel não queria deixar o lado criativo dos filmes na mão da Sony, principalmente ao ficar sabendo que o estúdio estava planejando um filme de origem da Tia May (sério) e um apenas com personagens femininas que malemá foram apresentadas nos quadrinhos. Com a chance de trabalhar com o personagem no cinema, a Marvel gostaria de limpar toda a gordura e começar com o Homem-Aranha do zero. Isso significa não honrar os contratos dos envolvidos nos filmes mais recentes.

Caso o acordo entre Marvel e Sony for pra frente, Andrew Garfield não seria mais o Homem-Aranha, apesar de ser considerado por muitos uma das melhores coisas dos filmes recentes. Basicamente, os filmes do Sam Raimi e do Marc Webb não fariam parte do canon do personagem. Meio foda pro Garfield, que realmente se esforça no personagem, mas a ideia que a Marvel já tem pra incluir o personagem no seu universo já mostra que talvez ir pra lá seria a melhor coisa do mundo.

A ideia da Marvel é de que como a Sony focou os cinco filmes do Homem-Aranha na parte do romance (seja com a Mary Jane ou com a Gwen), o seu Aranha seria focado nas dificuldades de ser um adolescente e um super-herói ao mesmo tempo, tendo a questão do romance como uma história secundária. Outra coisa que a Marvel também já teria deixado claro é que a origem do Homem-Aranha já faz tanto parte do imaginário geral que seria besteira contar MAIS UMA VEZ como o Peter se transformou no Aranha, então, o personagem já seria apresentado como alguém que sai fantasiado por Nova York pra lutar contra a bandidagem.

Segundo o pessoal do Latino Review, ainda existe uma possibilidade, SE o acordo for feito, de que o Homem-Aranha faça a sua estreia em Capitão América: Guerra Civil, porém, nos planos atuais, ele não estará no filme, já que o roteiro estaria fechado. Entretanto, se Sony e Marvel chegarem num consenso logo, existe uma grande possibilidade de alguém ser apresentado no ano que vem como o Homem-Aranha do Marvel Studios.

IMAGINE SE ISSO ACONTECE NA COMIC-CON! GENTE!

Sem mais artigos