Diretor de Esquadrão Suicida arruma desculpa pra tatuagem cretina do Coringa

Esquadrão Suicida dividiu as opiniões o público, com alguns gostando (provavelmente porque não esperavam muita coisa), alguns malhando porque óbvio e outros reclamando e depois falando que nem prestaram atenção no filme, mas já entraram “no hype pra não gostar”. Sim, é cretino, mas acontece.

Um dos pontos que dividiu menos o público foi o Coringa. Não dá pra falar que tá bom. Poderia estar muito pior, mas o pouco mostrado ali não demonstrou confiança.

Agora, o diretor David Ayer está falando mais abertamente sobre o filme e resolveu tocar nesse ponto em uma entrevista à revista Empire, revelando um pouco sobre as tatuagens do Coringa. Em especial, aquele DAMAGED cretino que ele tem na testa.

Quando a primeira imagem do Jared Leto como o JÓQUER foi liberada, meio mundo olhou aquele DAMAGED e surtou, e não de um jeito legal. A explicação é quase tão besta quanto a tatuagem:

É meio que uma coisa pessoal em vez de um sentido maior. Mas o Coringa matou o Robin e o Batman basicamente arrebentou com os dentes dele e o jogou em Asilo Arkham. Dentro do asilo, o Coringa fez a tatuagem de Damaged (danificado) como uma mensagem para o Batman, como um “Você me danificou. Eu era belo antes e você destruiu a minha cara”. Por isso ele tem aqueles dentes postiços”.

Sabe o cheirinho que você sentia ao ler isso? Isso mesmo, é o cheirinho de BULLSHITAGEM! Primeiro porque ele dá a entender que essa ideia (ruim) é canônica, quando, na verdade, ela não faz sentido do próprio filme que ele fez.

O lance dos dentes do Coringa serem daquele jeito por causa de porrada do Bataffleck é completamente plausível, vide que quando saiu a primeira imagem, meio mundo falou “Ele tem os dentes ferrados provavelmente porque o Batman estancou ele na porrada”. Até aí beleza, o problema é o resto da explicação. Darei alguns spoilers de Esquadrão Suicida a seguir.

Durante a apresentação da Harley Quinn no filme, é mostrado um gráfico com alguns dos crimes que ela cometeu. Um deles envolve a morte do Robin, o que indica que ela foi cúmplice da parada. Ok? Ok. Se ela ajudou o Coringa a fazer isso, ele certamente ainda não havia cometido esse crime quando foi colocado no Asilo Arkham e então a conheceu, ainda como Harleen Quinzel, certo?

Então, por que ele já tem a porra da tatuagem de DAMAGED na testa quando ela ainda tá trabalhando no asilo e não virou Harley Quinn? Isso tá até em TV Spot do filme.

Basicamente, David Ayer foi questionado, não tinha uma resposta porque é um perdido e tirou essa explicação da bunda, sem prestar atenção no próprio filme. Infelizmente, isso parece ser uma constante na Warner para os filmes da DC. Não existe planejamento algum e aí, tal qual um fdp no Dia dos Pais, ficam perdidos e tentando inventar explicação pras coisas.

Warner, tire a cabeça da bunda e comecem a fazer direito esses filmes. Não pode ser tão difícil.

Leia Mais
Alex Hogh Andersen, o “Ivar” de Vikings, vem ao Brasil para o Geek City